Vania Leal Cintra - minhatrincheira@uol.com.br
Destaque-se a notícia divulgada a respeito das atividades do ex-Presidente Lula da Silva:
 
“… assinou na segunda-feita (22) nos Estados Unidos um contrato com o jornal norte-americano “The New York Times” para escrever uma coluna mensal que será distribuída pela publicação. … a coluna não deve ser publicada em veículos brasileiros…”
 
Ah, como é conveniente poder ter acesso à Imprensa estrangeira e, principalmente, como é interessante, fundamental, mesmo, saber ler bem lido um texto bem escrito no idioma de Shakespeare…
 
Que seria de nós caso isso não nos fosse possível?
 
Se não damos a importância devida a tudo o que é, de fato, importante, não teremos oportunidade de saber que jornalismo pode ser coisa muito séria.
 
E não teremos a necessária certeza de que, antes que possamos nos considerar bem informados, há pensamentos, palavras e obras muito valiosos que precisamos de conhecer. Esses, infelizmente, só mesmo os grandes jornais muito conscientes e muito responsáveis publicam e divulgam…
 
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 

Ex-presidente Lula terá coluna mensal no “New York Times”

Do UOL, em São Paulo – 23/04/201312h27  >  Atualizada 23/04/201313h36 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 67, assinou na segunda-feita (22) nos Estados Unidos um contrato com o jornal norte-americano “The New York Times” para escrever uma coluna mensal que será distribuída pela publicação. Segundo o UOL apurou, a coluna não deve ser publicada em veículos brasileiros por exigência do próprio Lula.

Página especial sobre o governo do petista

O petista se reuniu com Michael Greenspon, diretor-geral do serviço de notícias do jornal norte-americano, e foi decidido que o texto será distribuída pela agência do “New York Times”.

A coluna tratará de “política e economia internacional, além de iniciativas para o combate à fome e à miséria no mundo”, de acordo com informações divulgadas pelo Instituto Lula.

O “New York Times” já ganhou 112 prêmios Pulitzer e tem seis escritórios, incluindo a sede, na cidade de Nova York. Além disso, possui 14 escritórios espalhados pelos EUA e outros 24 pelo mundo.

O serviço de distribuição do jornal fornece notícias para portais, jornais e publicações do mundo todo, incluindo o Brasil e o UOL. Entre seus colunistas estão o vencedor do Nobel de Economia, Paul Krugman e o jornalista e três vencedor do Pulitzer, Thomas Friedman.

Entrevista ao “Times”

Em entrevista dada ao jornal em agosto do ano passado, Lula falou sobre apoio à candidatura de Dilma em 2014 e o mensalão. “Dilma é minha candidata e se Deus quiser, ela será reeleita”, disse na época ao repórter Simon Romero.

Ele classificou o julgamento do mensalão como um dos “sofrimentos mais graves” do político e um dos “maiores escândalos de corrupção” do Brasil. “Mais de 30 políticos, incluindo alguns dos principais assessores de Lula, como José Dirceu, ex-ministro-chefe da Casa Civil, estão implicados em um escândalo chamado ‘mensalão'”, disse ao jornal.

Permitida a reprodução total ou parcial desde que citados autor e fonte.
®2003 - 2018 www.minhatrincheira.com.br / www.minhatrincheira.com.br todos os direitos reservados.